Termina cirurgia de Lula, após 4 horas; presidente está acordado

 MetroPresidente Lula passou por cirurgia no quadril no Hospital Sírio-Libanês, em Brasília. Procedimento é para tratar artrose no quadril

Presidente Lula usando máscara em encontro no itamaraty - Metrópoles

cirurgia do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), nesta sexta-feira (29/9), terminou após cerca de quatro horas de procedimento, segundo informou a equipe médica responsável pela intervenção. O mandatário está acordado, conversando e, nas próximas horas, deverá ir para o quarto, sem a necessidade de passar pela unidade de terapia intensiva (UTI).

Lula passou por uma cirurgia chamada artroplastia total do quadril, do lado direito, com anestesia geral. Na prática, ela consiste na substituição da articulação lesionada por uma prótese. Ele também fez um procedimento oftalmológico para retirar o excesso de pele na pálpebra, a blefaroplastia.

De acordo com os médicos, o procedimento cirúrgico começou às 12h, e a parte ortopédica durou entre as 12h e as 13h13. Em seguida, a parte oftalmológica foi realizada entre as 15h e as 16h.

PUBLICIDADE

“O paciente Luiz Inácio Lula da Silva foi submetido na data de hoje a cirurgia de artroplastia total de quadril à direita e também a blefaroplastia sem intercorrências. Encontra-se internado em apartamento, e clinicamente estável, sob o cuidado das equipes”, diz o boletim médico mais recente, divulgado às 19h desta sexta.

O chefe do Executivo federal tem artrose no quadril há muitos anos, e a condição é caracterizada pelo desgaste da articulação do fêmur e da bacia. Com a deterioração das cartilagens que revestem a região, o paciente sente dor e tem limitação de movimentos.

Segundo especialistas consultados pelo Metrópoles, a cirurgia oferece melhor qualidade de vida aos pacientes, que têm redução expressiva da dor, diminuição da rigidez com o movimento próximo ao normal, aumento da capacidade e da distância de caminhada e melhora significativa para realizar a maioria das atividades de vida diária.

Clique aqui para ver um infográfico com mais informações sobre a operação.

Recuperação

Segundo o Palácio do Planalto, o presidente deve ficar internado por cinco dias. Em seguida, ele passará a despachar do Palácio da Alvorada, uma vez que não que permanecer distante do trabalho por muito tempo. Não há previsão de que o vice-presidente Geraldo Alckmin assuma a Presidência durante a recuperação do titular.

No total, Lula deve ficar quase dois meses sem viajar durante o período de convalescença. O próximo compromisso internacional do presidente ocorrerá no fim de novembro, na 28ª Cúpula do Clima (COP) da ONU nos Emirados Árabes Unidos, em Dubai. Ele passará pela Alemanha na volta da viagem.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem