Agente da Abin é demitido após vazar dados do caso Flávio Bolsonaro

Cristiano Ribeiro, agente da Abin, foi demitido do serviço secreto após vazamento sobre suposta atuação da agência no caso das rachadinhas

 atualizado 

Compartilhar notícia

Wilson Dias/ Agência Brasil
Abin agente demitido Flávio Bolsonaro

Agente da Abin, Cristiano Ribeiro acaba de ser demitido do serviço secreto pelo governo federal. Uma apuração interna apontou que ele vazou dados sigilosos que municiaram reportagem sobre um servidor do órgão que, segundo a matéria, teria atuado para “blindar” Flávio Bolsonaro no caso das rachadinhas.

De acordo com fontes da coluna, Ribeiro fotografou a tela de seu computador na Abin e enviou para pessoas que não pertenciam à Agência Brasileira de Inteligência. O episódio ocorreu ainda durante o governo Bolsonaro. Antes de ser demitido, o agente foi alvo de operação de busca e apreensão pela Polícia Federal (PF), que devassou seus aparelhos eletrônicos.

Metropóles 

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem