Bolsonaro chama operação contra Ramagem de “implacável perseguição”

 Metropóle

Jair Bolsonaro compartilhou vídeo de Alexandre Ramagem se defendendo e classificou operação contra aliado como “implacável perseguição

 atualizado 

Compartilhar notícia

Breno Esaki/Metrópoles
Imagem colorida mostra o ex-presidente Jair Bolsonaro, um homem branco, de cabelo grisalho, usando um terno preto e camisa branca - Metrópoles

O ex-presidente Jair Bolsonaro saiu em defesa do deputado federal Alexandre Ramagem (PL-RJ), alvo de operação de busca e apreensão pela Polícia Federal nesta quinta-feira (25/1).

Por meio de sua lista de transmissão no WhatsApp, Bolsonaro chamou a ação de “perseguição implacável” contra o aliado, que é pré-candidato à Prefeitura do Rio de Janeiro em 2024.

Bolsonaro também compartilhou um vídeo no qual Ramagem se defende das suspeitas que motivaram a busca e apreensão em seu gabinete na Câmara e em seu apartamento funcional em Brasília.

Ex-diretor da Abin na gestão Bolsonaro, o deputado é investigado por integrar uma organização criminosa que teria se instalado na agência com o intuito de, ilegalmente, monitorar autoridades.

No vídeo compartilhado por Bolsonaro, o ex-diretor da Abin afirma que o sistema de monitoramento pivô da investigação foi adquirido em 2018, durante governo Michel Temer, e com aval da AGU.

Metropóles 

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem