Marconi Perillo eleito Presidente Nacional do PSDB em convenção histórica

 

Marconi Perillo eleito presidente nacional do PSDB em convenção histórica

 

 

Na manhã desta quinta-feira (30), o Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) anunciou o ex-governador de Goiás, Marconi Perillo, como seu novo presidente nacional. A decisão foi tomada pela Executiva Nacional do partido, após uma determinação judicial que exigiu a saída do governador gaúcho Eduardo Leite do comando da sigla, convocando novas convenções.

 

Com uma trajetória de quatro mandatos como governador de Goiás e 29 anos de dedicação ao PSDB, Perillo era o favorito para liderar o partido e foi eleito por aclamação. Em seu discurso, expressou honra e emoção ao assumir a liderança, descrevendo seu longo engajamento como um “operário do PSDB”, contribuindo com causas e lutas partidárias ao longo de quase três décadas.

 

Reconhecendo os desafios enfrentados pelo partido, Perillo chega em um momento de escassez de representação nas bancadas do Congresso Nacional. Apesar disso, ele se comprometeu a fortalecer o PSDB para as eleições presidenciais de 2026, destacando que, atualmente, a legenda conta apenas com dois dos 81 senadores e 19 dos 513 deputados no Congresso Nacional. O novo líder do PSDB recebeu o apoio comprometido de Eduardo Leite, enquanto o movimento pela sua candidatura foi impulsionado pelo deputado federal mineiro Aécio Neves, que buscou reconquistar prestígio no partido após sua participação nas eleições de 2014.

A convenção, que marcou esse capítulo importante na história do PSDB, foi determinada em setembro por decisão da juíza Thais Araújo Correia, do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios, em resposta ao pedido do prefeito de São Bernardo do Campo, Orlando Morando. Este questionou a prorrogação do mandato do então presidente nacional do partido, Bruno Araújo, realizada em fevereiro de 2022. Morando acusou a direção nacional do PSDB de minar a democracia do partido ao cancelar o calendário de convenções partidárias estaduais, municipais e nacionais em fevereiro deste ano, sendo ele o prefeito da maior cidade governada pelo PSDB no Brasil

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem