Vídeo mostra mulher sendo arremessada de ônibus atingido por trem

Júlia de Albuquerque Violato foi a única vítima fatal do acidente entre um ônibus e um trem ocorrido no DF, na última sexta (18/11)


Reprodução

As câmeras de segurança do ônibus que foi atingido por um trem de carga no Distrito Federal, na última sexta-feira (18/11), mostram o exato momento do acidente, de dentro do veículo. Nas imagens é possível ver quando Júlia de Albuquerque Violato é arremessada do coletivo. O acidente grave deixou seis vítimas, mas somente Julia não resistiu aos ferimentos e morreu na hora, aos 37 anos.

Depois de ter o corpo projetado para fora do ônibus, Julia foi atropelada pelo trem e teve o corpo dilacerado. O velório dela aconteceu no Cemitério Campo da Esperança da Asa Sul, na manhã desta segunda-feira (20/11).

As imagens internas do coletivo mostram, também, o desespero dos passageiros e do cobrador quando percebem que o trem está se aproximando do ônibus. Alguns, incluindo Júlia, correm para o fundo do veículo, onde o impacto acabou sendo mais forte.

Veja:

O caso é investigado pela 3ª Delegacia de Polícia (Cruzeiro).

Tragédia

A colisão aconteceu próximo ao balão do Setor de Indústria e Abastecimento (SIA), que faz ligação da região com a Cidade do Automóvel. Testemunhas relataram que o trem bateu na traseira do coletivo.

O cobrador do ônibus, Júlio Botelho Fernandes, 28 anos, que também aparece nas gravações, segue internado no Hospital de Base em estado grave. Nas imagens, é possível ver que, com o impacto, ele se chocou violentamente contra a lataria do coletivo no momento da colisão.

Saiba quem são as vítimas:

  • Janderson Rodrigues da Costa, 47 anos, passageiro – Transportado pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para o Hospital de Base de Brasília consciente e orientado. Sofreu escoriações na face e nos braços, mas recebeu alta.
  • Júlia de Albuquerque Violato, 37, passageira – Moradora da Asa Norte, vítima morreu na hora.
  • Júlio Botelho Fernandes, 28, cobrador – Atendido inconsciente e instável. Foi levado para o Hospital de Base de Brasília com traumatismo cranioencefálico grave. Segue internado em estado grave e intubado.
  • Nildete Antunes Vitor, 58, passageiro – Atendida consciente e orientada. Sofreu corte profundo do lado direito da cabeça, fraturas no braço esquerdo e na clavícula direita. Foi levada para o Hospital de Base de Brasília, mas recebeu alta.
  • Passageira de 19 anos, sem identidade divulgada — Transportada pelo Samu para o Hospital Regional de Ceilândia (HRC) sem traumas físicos, mas com crise nervosa. Recebeu alta na sexta-feira (17/11).
  • Pedro Domiense Campos, 42, motorista do ônibus – Está em estado de choque e em crise nervosa, mas não apresenta ferimentos. É acompanhado pela equipe psiquiátrica do Hospital de Base.

Por Samara Schwingel, Carlos Carone e Mirelle Pinheiro - Metrópoles

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem