Último carro de JK retorna ao Memorial

Ford Galaxie 500 de JK foi reparado por militares, durante 90 dias, nas dependências do 16° Batalhão Logístico do Exército


André Octávio Kubitschek, Anna Christina Kubitschek e Paulo Octávio com o Ford Galaxie 500
André Octávio Kubitschek, Anna Christina Kubitschek e Paulo Octávio com o Ford Galaxie 500. Foto: Carol Melo/Divulgação

COMPARTILHE:

Após três meses de reformas, que devolveram sua cor e vigor originais, o Ford Galaxie 500, ano 1974, está de volta ao Memorial JK. Último carro do presidente que construiu Brasília, ele passou por pintura e reparação completa antes de ser reintegrado à sua tradicional vitrine, localizada na saída dos fundos do museu que reverencia a vida de Juscelino Kubitschek e sua maior obra: o surgimento de uma capital e de um novo Brasil em apenas cinco anos.

O ex-presidente ficaria orgulhoso com o que foi feito. Com a ajuda dos membros do Veteran Car Brasília, que providenciou as peças, os membros do 16° Batalhão Logístico fizeram uma meticulosa restauração, que deixou o carro pronto para reviver seus bons tempos de asfalto. Não repetiu o trajeto entre a Fazendinha de Luziânia e Brasília, que era tradicionalmente feito por Juscelino. Mas circulou por locais que não existiam à época, como a Ponte JK.

O Ford Galaxie de JK passou por novos lugares da cidade, como a ponte que leva o nome do fundador de Brasília
O Galaxie de JK passou por novos lugares da cidade, como a ponte que leva o nome do fundador. Foto: Carol Melo/Divulgação

Passou por ela após desfilar, acompanhado por mais de 350 carros antigos, pelo Eixo Monumental, com o subtenente Claudir Fernandes ao volante. A responsabilidade do militar era grande, já que levava ao lado André Octávio Kubitschek, vice-presidente do Memorial JK, bisneto do ex-presidente e empresário. No banco traseiro, o preferido de Juscelino, pelo amplo espaço que permitia bons cochilos, estavam Anna Christina Kubitschek, presidente do museu e mãe de André, e o empresário Paulo Octávio, também dirigente do Memorial e pai do jovem executivo.

Na volta, uma parada estratégica em frente ao Palácio do Planalto, carregada do simbolismo necessário para estas ocasiões especiais. Após as fotos com a família Kubitschek, o final do trajeto era a frente do Memorial JK, onde ocorreu a solenidade de entrega do automóvel – simples e objetiva, como manda o roteiro dos eventos em que o Exército Brasileiro participa.

Andreé Octávio Kubitschek posa com o Galaxie de JK no Palácio do Planalto
André Octávio Kubitschek posa com o Ford Galaxie 500 de JK em frente ao Palácio do Planalto. Foto: Carol Melo/Divulgação

Após as chaves serem devolvidas à Anna Christina Kubitschek pelo general de divisão Ricardo Piai Carmona, representante do Exército na solenidade, coube à diretoria do Memorial condecorar personalidades que tornaram possível a nova restauração: o próprio general; o tenente-coronel Tibério Ferreira Figueiredo, comandante do 16° Batalhão de Logística; Nelisson Hoewell, presidente do Veteran Car de Brasília; Flavio Nogueira Noronha, coordenador da recuperação do carro; e Edenilton Silva Pacheco, da Mecânica Tech, um dos apoiadores da restauração. Todos receberam a Medalha do Mérito Memorial JK.

Para o general Carmona, a participação do Exército na recuperação do Ford Galaxie 500 foi uma satisfação para o Comando Militar do Planalto. “Celebramos a reedição da restauração do carro que pertenceu ao ex-presidente. Sua primeira recuperação total foi realizada em 2010, também pelo 16° Batalhão Logístico, que realizou posteriores revisões pontuais aqui”, discursou. “Após 13 anos em sua cúpula de vidro, a gestão do Memorial JK entendeu que seria necessária uma recuperação nas partes mecânica e elétrica e na pintura do carro, sendo, mais uma vez, assinado um protocolo de intenções com o Exército Brasileiro”, completou.

“O presidente Juscelino Kubitschek foi um verdadeiro estadista e visionário, sendo responsável pela idealização e construção de Brasília na década de 1950, enquanto esteve na presidência de nosso País. Cremos que, após a restauração promovida pelo Exército Brasileiro, por meio 16° Batalhão Logístico, temos uma relação de proximidade entre este Memorial, a sociedade e a nossa instituição, em um salutar convênio, cujo objetivo primordial é a preservação da história nacional e dos elementos físicos e imateriais que a envolvem”, concluiu o general.

André Octávio Kubitschek discursa duante a solenidade no Memorial JK
André Octávio Kubitschek discursa na solenidade que marcou a volta do carro ao Memorial JK. Foto: Carol Melo/Divulgação

Representante do Memoriai JK, André Octávio Kubitschek agradeceu aos esforços do Exército. “Hoje, o veículo que pertenceu ao meu bisavô retorna ao acervo. Usado pelo ex-presidente em seus últimos anos de vida, o Ford Galaxie não só representa a lembrança do grande estadista, mas simboliza o espírito empreendedor e desenvolvimentista de JK, que alavancou nossa indústria nacional, o que gerou empregos e fomentou nossa economia”, avaliou.

“Este Ford Galaxie pode ser considerado um herdeiro das realizações econômicas de JK. Hoje, comemoramos não apenas a revitalização de um objeto histórico, mas relembramos momentos importantes, derivados da política econômica da gestão Juscelino Kubitschek. Este é um momento de reflexão pelos avanços, conquistas e realizações que o Brasil atingiu por meio do Plano de Metas de JK, que proporcionou um salto econômico, humano e social, alavancando nosso País, atraindo empresas e negócios e gerando emprego e renda para milhões de brasileiros. Este é o legado do meu bisavô e o carro simboliza uma parte deste mandato, que fez o Brasil ter 50 anos de progresso em cinco de governo”, concluiu

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem