Administradora regional é espancada com pedaço de madeira por marido

 A administradora regional de Água Quente apanhou com um pedaço de madeira, por quase seis horas, do marido Rossini Marian Pires Fragelli

 atualizado 

Compartilhar notícia

Istock
Foto colorida de um homem agredindo uma mulher - Metrópoles

A administradora regional de Água Quente, Lúcia Gomes da Silva, foi espancada com um pedaço de madeira pelo marido neste domingo (26/11). Rossini Marian Pires Fragelli, 44 anos, teria feito a mulher de refém por seis horas e ameaçado cortar a cabeça da vítima. Os dois estão juntos há 16 anos.

A coluna apurou que Rossini é ex-detento e estaria sob efeito de cocaína quando suspeitou, sem nenhuma prova, que a mulher teria um caso com um conhecido do casal. A mulher negou a acusação, mas o agressor não aceitou. A violência ocorreu dentro da casa em que moram, em Água Quente.

No momento do crime, Rossini teria aumentado o volume do aparelho de som e, com uma ripa de telhado, avançou contra a esposa. O agressor ainda teria tomado o celular da vítima.

Remaining Time 0:17

Metrópoles apurou que a cada negativa que a administradora regional dava, o marido batia com o pedaço de madeira.

Ele ainda ameaçou decapitar a esposa caso procurasse ajuda. Lúcia denunciou o marido por injúria, ameaça, violência doméstica e cárcere privado. O caso está sendo investigado pela 26ª Delegacia de Polícia (Samambaia).

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem