Lula pressiona base na Câmara por propostas que aumentem arrecadação


Presidente Lula teve reunião no Planalto com ministros e líderes da Câmara dos Deputados, para definir pauta econômica

Ricardo Stuckert/PR
imagem colorida lula e ministros - metrópoles

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), ministros e líderes da base aliada do governo na Câmara dos Deputados se reuniram por cerca de duas horas, a portas fechadas, nesta terça-feira (31/10). No encontro, o Planalto pressionou parlamentares pela aprovação de projetos que ampliam arrecadação para fechar as contas e cumprir metas fiscais de 2024.

Segundo líderes que estavam na reunião, o governo federal agradeceu o apoio da base no andamento de matérias “prioritárias” para o Executivo. Lula frisou que não haverá corte de gastos para obras e políticas públicas em 2024, e cobrou a articulação de aliados na Câmara pela aprovação de matérias que garantam recuperação orçamentária ainda este ano.

A revisão da meta de déficit zero nas contas públicas não foi diretamente citada, mas permeou os debates. Porque, sem contingenciamento de gastos, para zerar o déficit primário no próximo ano, o governo precisa de R$ 168 bilhões de receitas brutas adicionais, muitas das quais ainda dependem da aprovação de projetos pelo Congresso Nacional.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem