Quem é o aluno cuja redação “nota mil” virou caso de polícia


Igor Kleyverson da Silva, de 23 anos, apesar de anunciar nota 1.000 na redação do Enem, tirou apenas 680

Compartilhar notícia

Reprodução / redes sociais
Imagem colorida mostra jovem que afirmou ter tirado nota mil na redaçõ do enem - metrópoles

A nota 1.000 do estudante Igor Kleyverson da Silva, de 23 anos, no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) virou caso de polícia, após ser descoberto que a pontuação real do jovem na prova de redação foi de 680.

De acordo com informações do Diario de Pernambuco, parceiro do Metrópoles, a Polícia Civil do estado afirmou que abriu inquérito para apurar fato. A corporação ressaltou que “as diligências já foram iniciadas e seguem até completa elucidação do caso”.

A susposta nota mil de Igor Kleyverson ganhou repercussão na imprensa e nas redes sociais após ele informar o resultado no Enem. O cursinho em que ele estudava chegou a fazer publicação em que comemorava a nota.

O jovem é natural da cidade de Escada, e é filho de um serralheiro e de uma merendeira. Igor Kleyverson estava na quarta edição do exame.

Após a repercussão negativa do caso, o pernambucano veio a público nessa quarta-feira (17/1) e afirmou que pode ter sido vítima de um hacker ou de um erro no sistema do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

Remaining Time 0:01

Segundo o estudante, as alterações também teriam ocorrido em outras áreas de conhecimento, como Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, que foi de 594,4 para 634,4, e Matemática, que passou de 632,5 para 917,5.

Em nota enviada ao Diario de Pernambuco, o Inep informou que “a base de dados com os resultados das redações do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2023 é a mesma desde a publicação no ambiente de administrador da Página de Participante, que ocorreu em 15 de janeiro de 2024 para a divulgação realizada no dia seguinte”

Diario de Pernambuco .

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem